Músicas épicas em jogos #10 – Dead Rising 2: Off the Record

Welp, pro post de número 10 dessa “saga”, resolvi falar sobre um jogo que eu começei a jogar não faz nem uma semana, mas que já vi uma caralhada dos eventos que nele acontecem; DR2: Off the Record.

O “Off the Record”, não é nada mais que um “mod” que substitui o Chuck, personagem principal do Dead Rising 2 original, com Frank, do primeiro Dead Rising.
…É aí que você se pergunta, se o Chuck é substituido com o Frank, então o que acontece com ele?
Bem, pra começo de conversa, Chuck “perde” a filha, Katey, e fica louco. (Coloquei “Perde” entre aspas pois ainda não sei se explicam como isso acontece.)…Mas tipo, louco ao ponto de desconfiar de qualquer humano. Quase como um Leon as avessas.

Mas é, nesse tal “universo alternativo”, Frank se encontra com o mais novo nóia do Dead Rising e os dois tem uma conversa quase que filosófica, cortesia da mente bêbada do Chuck.

Mas então acontece o pior e Chuck se volta contra Frank, causando a batalha mais épica da série depois de Frank vs Adam à começar ali mesmo, no Fortune Park.

Que é aonde a trilha sonora extra do Off the Record vem em jogo.
A música que tô destacando aqui é a “Firewater”, que toca justamente quando você enfrenta Chuck, seja no modo história ou no Sandbox (Chuck aparece das 9:00 PM em diante no Fortune Park andando pelas extremidades do parque, caso queira puxar briga com ele no Sandbox Mode.).

Razões pra gostar tanto dessa música?
É o tipo de música que simplesmente GRITA “Batalha Épica”.
Sem contar que encaixa com o estilo músical que Chuck tinha no Dead Rising 2 original, sabe, as músicas que tocam nos workbenches e tal…

FYI, eu ainda quero jogar o “Case West” do DR2 original. Se alguém puder, deixa eu filar o PC pra jogar aí Q__Q

Anúncios
Publicado em recados | 1 Comentário

Músicas épicas em jogos #9 – Devil May Cry 3: Dante’s Awakening

Ah, cara.
O que eu posso dizer sobre a saga Devil May Cry?
Gameplay frenético, personagens marcantes, cenas que te fazem gritar “Mas como assim?!”, dificuldade equivalente à de (Eu não consigo parar de falar o quanto isso é difícil) encontrar alguém do sexo diferente ao seu tendo os mesmos interesses que você…e a trilha sonora, que serve como uma luva ao já mencionado gameplay rápido e violento.

Dentre todas as músicas na trilha sonora inteira, destaco a que toca quando o jogador enfrenta Beowulf, na missão 11, se eu me lembro bem.

Razões pra gostar tanto dessa música:
Agitada, retrata incrívelmente bem a situação em que o jogador está, brigando contra um “demônio” que tem um preconceito enorme à qualquer coisa relacionada ao Sparda. Sem contar que é, na minha opinião, a música que define o gameplay da saga Devil May Cry!

“E aí, cês já pararam pra ver o Canal dos Inconformados hoje?”

Publicado em recados | Deixe um comentário

At Masterkay’s request 2#

Nosso caro Bryan, conhecido como Masterkay aqui no blog, anda com alguns problemas relacionados a sua conta. Logo, logo ele estará de volta a ativa! Assim como todos nós que andamos um pouco inativos.

Então, aqui vai uma tirinha do camarada!

“Quer bala?!”

Publicado em recados | Deixe um comentário

Músicas épicas em jogos #8 – Melty Blood: Actress Again

NOOOO!
É, tô ficando meio sem idéia essas últimas semanas, mas tô aqui destacando as músicas que sempre adorei nos VS Fightings da vida.

Dessa vez, tô destacando a “Maze Walker”, que toca no estágio “Red Moon Scherzo”.
Razões pra gostar tanto dessa música?
Ah, não é nem tão relaxada e nem tão agitada, o melhor tipo de música pra parar e praticar uns combos, sem contar que é extremamente grudenta!
…Comparado aos outros posts, eu não tenho muito o que falar dessa música, mas ainda é uma ótima parte de uma trilha sonora perfeita! x3

…Entããããão, eu ouvi que vocês gostam de BALAS!!

Publicado em recados | Deixe um comentário

HYPE HYPE HYPE!!! #1 – Skullgirls

Yep, outra “série” de conteúdo postado por mim, que dessa vez mantém o foco em dar minha opinião atual sobre jogos que ainda não foram lançados e tem gerado grandes quantias de ânsia nas pessoas que viram os trailers ou que seguiram o projeto desde o começo.

Dessa vez, falo sobre o VS-Fighting com gráficos “cartoon” com o nome de “Skullgirls”.

Skullgirls foi um destaque que achei recentemente pela internet enquanto procurava uns jogos de luta novos pra jogar no PC…Me interessei. Vi os trailers. Me apaixonei quase que instantaneamente.

Não tenho muito o que dizer sobre Skullgirls, pra falar a verdade. Mas imagino que a combinação de gameplay fantástico, arte bem desenhanda e simplesmente LINDA junto com a pequena parte dos temas músicais das personagens foi o que me fez ficar tão interessado sobre esse jogo. Segue abaixo os trailers de “Filia”, que na minha opinião, é nada mais que o filho acidental de Millia Rage e Eddie, do Guilty Gear, e “Cerebella” que eu imagino que vai ser alguma coisa parecida com um Zangief do Street Figher junto com uma Lilith do Vanguard Princess.


“CALA A BOCA E TOMA O MEU DINHEIRO!!” – Comentário mais votado de um dos trailers

Publicado em recados | Deixe um comentário

Músicas épicas em jogos #7 – Street Fighter 3: Third Strike

FFFFUCK! Eu tô exagerando no número desses, mas é só questão de tempo até eu juntar meus pedaços e fazer um post decente! xP

Well, pra terça de hoje, tô destacando uma música de um dos meus jogos de luta favoritos até hoje: SF3:Third Strike.
Como o mesmo foi lançado nos 90’s, é esperado que a trilha sonora seja bem induzida à um estilo musical, digamos, diferente da atualidade. Que é o caso de “Beats In My Head” que é a música que toca em “Kenya”, a fase de Elena.
Motivos pra gostar tanto dessa música? É INCRIVELMENTE grudenta e serve como uma luva na personagem usada!
Tô meio que ficando sem o que falar, então segura aí:

Publicado em recados | 2 Comentários

Mestre nos origami

 

Publicado em imagens | Marcado com | Deixe um comentário